21 de setembro de 2022

Simpósio saúde mental: Profissionais de saúde elogiam iniciativa do CRF/AL

O Conselho Regional de Farmácia de Alagoas promoveu no sábado, 17 de setembro, o I Simpósio de Saúde Mental, organizado pelo Grupo de Trabalho de Saúde Mental. O objetivo do simpósio foi falar mais sobre o tema, uma vez que, os índices de transtorno depressivos e de transtornos de ansiedade aumentaram mais de 25% apenas no primeiro ano da pandemia. Carmem Arroxelas, líder do GT de saúde metal, afirma que é preciso conhecer, discutir e aceitar que a mente também adoece e que ela precisa de cuidados como qualquer outro órgão do corpo humano. “É preciso quebrar esse preconceito, falar sobre o tema é o primeiro passo para que as pessoas aceitem a sua condição, procurem o tratamento adequado para que tenham qualidade de vida”, garantiu.


O Simpósio contou com a participação de profissionais multidisciplinares, desde as palestras até os participantes. “Como esse é um tratamento que envolve diversos profissionais da área de saúde, trouxemos profissionais destas áreas para discutir sobre saúde mental desde da base biológica e psicológica preventiva até a evolução do tratamento farmacológico”, pontuou. A estudante de psicologia Patrícia Fidelis aprovou a iniciativa do Conselho Regional de Farmácia de Alagoas. “Os temas escolhidos foram maravilhosos, os palestrantes bem preparados e é muito ver que o Conselho Regional de Farmácia de Alagoas está promovendo discussões sobre saúde mental. Não tenho dúvidas que todos que estiveram presentes agregaram muitos conhecimentos”, afirmou.

Genilson Santos, psicólogo, destaca mesmo não sendo o farmacêutico o profissional de saúde que primeiro vem a mente quando se fala em saúde mental, a iniciativa de promover um evento tratando do tema é pioneira porque estreita a relação do profissional farmacêutico com a saúde mental. “Para mim foi maravilhoso participar deste encontro e poder compartilhar conhecimentos e saber que o Conselho Regional de Farmácia se preocupa com a saúde mental dos farmacêuticos alagoanos, isso é extremamente positivo”, falou.

Fonte: Ascom CRF/AL

21 de setembro de 2022

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *