27 de setembro de 2018

II Congresso Alagoano de Ciências Farmacêuticas tem 103 trabalhos apresentados

Contemplando as produções científicas, o II Congresso Alagoano de Ciências Farmacêuticas promoveu o momento de apresentação de trabalhos. Ao todo foram 103, tratando dos mais variados temas do universo farmacêutico.

A presidente do Conselho Regional de Farmácia de Alagoas, Mônica Meira, destacou que esse foi um dos momentos mais importantes do Congresso. “Tivemos um número grande de trabalhos, superando as nossas expectativas e isso mostra que as produções científicas no nosso Estado estão crescendo e a pesquisa é um dos ramos das ciências farmacêuticas”, pontuou.

Trabalhos premiados:

1º lugar: Desenvolvimento e controle de qualidade de microencapsulados de própolis vermelha de alagoas – autora: Mailde Jessica Liodorio dos Santos.

2º lugar: Rastreando a presença de distintos metabólitos secundários na tabebuia áurea – autora: Anna Karolinna Lamenha Rezende Ramos.

3º lugar: Diagnóstico situacional da utilização de plantas medicinais utilizadas em programas de saúde do município de Lagarto – autora: Júlia Santana Lisboa.

4º lugar: Avaliação da interferência de gotejadores na dose de solução oral de bromoprida – autora: Amanda Farias Lima Costa.

5º lugar: Síntese e caracterização do complexo antimonial pentavalente-quercetina (sbv-que) – autora: Joyelanne Kaline Chagas Souza.

6º lugar: Aplicação de técnicas de análise térmica no desenvolvimento de membrana sintética do tipo hidrogel à carredo com própolis vermelha para auxílio no tratamento de feridas – autor: Saulo Vitor Silva

7º lugar: Viabilidade do bacillussubtillis var. natto na polpa e no suco em pó de caju (anacardiumoccidentale) – autora: Ana Paula Pimentel Araújo.

8º lugar: Análise da viabilidade do lactobacillus casei em chocolates diferentes teores de cacau: estudo piloto – autora: Zaíra Jayne Barbosa de Souza.

9º lugar: Experiência exitosa: Práticas farmacêuticas em uma instituição de longa permanência para idosos – autora: Crisliane Lopes da Silva.

10º lugar: A soroprevalência de HIV em doadores de sangue em uma instituição hemoterápica pública do município de Maceió – autora: Erika Elita Araújo Lessa.

10º lugar: O potencial anti-inflamatório de extratos etanólico das folhas e flores de Tabebuia aurea – autor: Geraldo José da Silva Neto.

Fonte: Ascom CRF/AL

27 de setembro de 2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *